Socorro Bem Presente

05 NOV BRUNA

Quando penso em confiança no Senhor, Josafá e Acabe logo me vem a mente. Eles eram pessoas bem diferentes em suas escolhas, embora ocupassem a mesma posição, Josafá era rei de Judá e Acabe era rei de Israel.

2 crônicas 18:28-34 conta-nos que certo dia, Josafá visitou a Acabe e este o persuadiu a participar de uma guerra. Acabe se disfarçou, indo para a peleja como um soldado comum e Josafá usou as vestes reais.

Ocorre que havia uma ordem do rei da Síria para que os seus capitães não guerreassem contra ninguém, a não ser contra Acabe, o rei de Israel.

Assim, quando os capitães avistaram Josafá com as vestes reais, pensaram que fosse Acabe e se dirigiram a ele para o atacar. Josafá, porém, gritou, e o Senhor o socorreu, Deus os desviou dele. Que tremendo!

Em outro ponto da batalha, pasmem, um homem atirou uma flecha ao acaso e acertou justamente o rei Acabe, entre as juntas da sua amadura. Acabe, entretanto, mesmo ferido, permaneceu em pé no seu carro, até o fim do dia, mas, ao pôr do sol, morreu.

É triste, porque diferente de Josafá, em nenhum momento, Acabe invocou o nome do Senhor para o salvar. Por que ele não confiou no Senhor?

O texto do Salmo 56:3, diz “mas eu, quando estiver com medo, confiarei em ti”.
Josafá fez exatamente isso, quando se viu encurralado e sem saída, certamente ele teve medo, mas ele clamou pelo nome do Senhor e Deus o livrou dos seus inimigos.

Como você costuma agir quando se vê sem saída? Acabe usou sua força e Josafá confiou no nome do Senhor.

Chamar por Deus é uma forma simples, mas que expressa nossa confiança no Deus que tem o controle de todas as coisas, no Deus que nos salva.

Deus nos abençoe!

Rosana Pereira Coordenadora Estadual-Desperta Débora-RR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
×