Atestado de confiança

Mae sentada ao chao com seu filhinho portador de sindrome de down Desperta Debora

Li certa vez que ser mãe de filho especial é como se preparar para tirar férias em Roma, arrumar bagagem, comprar passagem , passar pelo stress do dia da viagem e ao desembarcar chegar na Holanda!

Fiquei pensando sobre isso e esta definição simplifica demais o que é ser mãe especial. Você fica sem conhecer Roma, mas,conhece algo tão lindo quanto e com outros encantos que é a Holanda. Hoje em dia os pais já sabem que seu filho será especial com poucos meses de gestação e já começam a se preparar , a ler sobre o tema, a descobrir como e onde deverão levar seu bebê para ser estimulado precocemente, a aprender a serem pais especiais.

Pais especiais ou não terão de aprender a vencer desafios, superá-los e valorizá-los, saber onde quando colocar limites, como alimentar saudável, como educar. Cada dia é um aprendizado completo da pessoinha que Deus nos entregou para amar e cuidar. E cada um com suas peculiaridades, com seu jeito de ser. Aprender a como se incluir, conquistar seu espaço em vez de só queixar que todo mundo nos vê pela nossa diferença. Desbravar!

Fomos formados , desenhados por Deus e Ele sabia que tipo de pais seríamos e nos deu um atestado de confiança de que daríamos conta, que buscaríamos até o último segundo de nossas forças a adaptação necessária para cada dia.

“SENHOR, tu me sondaste, e me conheces.
Tu sabes o meu assentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento.
Cercas o meu andar, e o meu deitar; e conheces todos os meus caminhos.
Não havendo ainda palavra alguma na minha língua, eis que logo, ó Senhor, tudo conheces.
Tu me cercaste por detrás e por diante, e puseste sobre mim a tua mão.
Tal ciência é para mim maravilhosíssima; tão alta que não a posso atingir.
Para onde me irei do teu espírito, ou para onde fugirei da tua face?
Se subir ao céu, lá tu estás; se fizer no inferno a minha cama, eis que tu ali estás também.
Se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar,
Até ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá.
Se disser: Decerto que as trevas me encobrirão; então a noite será luz à roda de mim.
Nem ainda as trevas me encobrem de ti; mas a noite resplandece como o dia; as trevas e a luz são para ti a mesma coisa;
Pois possuíste os meus rins; cobriste-me no ventre de minha mãe.
Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem.
Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra.
Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia.
E quão preciosos me são, ó Deus, os teus pensamentos! Quão grandes são as somas deles!
Se as contasse, seriam em maior número do que a areia; quando acordo ainda estou contigo.”

Salmos 139:1-18

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima
×